A ONU estima que 2,8 milhões de pessoas no noroeste da Síria precisam de assistência humanitária.

O alerta foi feito nesta sexta-feira pelo secretário-geral António Guterres, que acrescentou que “todos estão cientes” da crise que acontece no noroeste do país e “do terrível custo humano para os civis”. Segundo ele, “é crucial romper o círculo vicioso de violência e sofrimento.”

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: