Um ano após o ciclone Idai arrasar grande parte do centro de Moçambique, mais de meio milhão de sobreviventes sofrem outra ameaça: a da falta de apoio com alimentos entregues pela agência da ONU nessa área.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: