“A Assembleia Geral pronunciou-se. Como secretário-geral é meu dever defender essa resolução e ser guiado por ela. A mensagem é bem clara: acabe com a violência na Ucrânia agora. Silencie as armas agora e abra a porta para diálogo e diplomacia agora. A integridade territorial e soberania da Ucrânia têm que ser respeitadas Não temos um momento sequer a perder.”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, após aprovação da resolução da Assembleia Geral deplorando a ofensiva da Rússia à Ucrânia. A resolução foi votada após uma sessão especial de emergência sobre o tema realizada de 28 a fevereiro a 2 de março de 2022.

Leave a Reply

Your email address will not be published.