Brasil

MEC avalia novo prazo para inscrição de alunos do RS no Enem

O Ministério da Educação (MEC) avalia estabelecer novos prazos para inscrição e isenção de taxa para estudantes gaúchos que irão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições para o exame serão de 27 de maio a 7 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. "Quero aqui tranquilizar os estudantes gaúchos, diante desse momento difícil que vive o estado. Nós já estamos avaliando novos prazos de inscrição e isenção de taxa para os participantes no Rio Grande do Sul, para que ninguém fique de fora do Enem. Fiquem tranquilos em relação ao exame e acompanhem os canais oficiais do MEC. Em breve, traremos novas informações", publicou o ministro da Educação, Camilo Santana, em uma rede social. A inscrição deve ser realizada pelo endereço enem.inep.gov.br/participante. A taxa de inscrição (R$ 85) deve ser paga de 27 de maio até 12 de junho. As solicitações para tratamento por nome social e para atendimento especializado devem ser apresentadas até 7 de ju..

RS reduz número de cidades em estado de calamidade pública; veja lista

O Governo do Rio Grande do Sul reduziu para 46 o número de municípios em estado de calamidade pública, segundo publicação feita no Diário Oficial do Estado. Divulgação feita em 7 de maio apontava que 397 cidades faziam parte da lista. Ainda conforme o novo documento, 320 cidades foram classificadas em situação de emergência. Desde o fim de abril, fortes chuvas atingem o Estado gaúcho. Até o momento, foram contabilizadas 149 mortes. Ao menos 2,1 milhões de pessoas foram afetadas. Veja abaixo a lista completa. Os municípios incluídos inicialmente no decreto estadual foram todos aqueles que reportaram à Defesa Civil e aos demais órgãos estaduais de resposta danos humanos referentes aos eventos meteorológicos adversos, e também os que reportaram informações ao Sistema de Gerenciamento da Defesa Civil estadual. "Foi procedida uma análise mais pormenorizada da situação de cada município, sendo que foram constatados alguns em que não haveria a necessidade de estarem contemplados pelo decret..

Lula anuncia com Pacheco e Lira decreto para facilitar envio de recursos ao RS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) enviou nesta segunda-feira (6) ao Congresso um projeto de decreto legislativo reconhecer estado de calamidade pública em parte do território nacional, em decorrência da tragédia climática no Rio Grande do Sul. A proposta busca facilitar a liberação de verbas ao estado, que já contabiliza ao menos 83 mortes, 111 desaparecidos, 291 feridos e milhares de desabrigados. O chefe do Executivo afirmou que a ideia é a medida dê "celeridade para que as coisas atendam a necessidade do Rio Grande do Sul nesse momento de calamidade". "Esse é o primeiro de um grande número de atos que vamos fazer em benefício dos nossos irmãos do Rio Grande do Sul", afirmou. O governo federal ainda não detalhou quais medidas serão adotadas, nem valores calculados para a reconstrução após a tragédia. O petista fez o anúncio em reunião ao lado dos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e Câmara, Arthur Lira (PP-AL), no Palácio do Planalto. O decreto de ..

Belém receberá mais de R$ 1,3 bilhão em investimentos para a COP 30

Três convênios envolvendo os governos federal, paraense e a prefeitura de Belém foram assinados nesta segunda-feira (6), em cerimônia no Palácio do Planalto. Eles preveem investimentos de mais de R$ 1,3 bilhão de investimentos em melhorias na capital do Pará, visando a 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 30). A cerimônia não contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, por meio de redes sociais, informou sobre sua ausência devido reunião emergencial, em Porto Alegre, na qual discute ações para recuperar o Rio Grande do Sul, que sofre com as consequências das enchentes causadas pelas chuvas intensas que afetam gravemente a maioria dos municípios do estado. Do total dos recursos previstos nos três convênios, a maior parte (cerca de R$ 1 bilhão) terá como objetivo modernizar a infraestrutura viária de Belém e a implantação do Parque Linear Doca. Estão previstas ações na área de saneamento, como a execução de 5..

Chuva no RS: barragem se rompe e eleva alerta para cidades da Serra Gaúcha

O governador do Rio Grande do Sul informou no início da tarde desta quinta-feira, 2, que parte da Barragem 14 de Julho, entre os municípios de Cotiporã e Bento Gonçalves, se rompeu. O alerta foi feito pelo governador Eduardo Leite (PSDB), que foi às redes sociais comunicar a informação à população e pedir que a população da região busque áreas de segurança. Seundo Leite, o rompimento ocorreu na ombreira direita, que é uma estrutura lateral onde a barragem se apoia. "A gente buscou fazer todo o trabalho possível para evitar rompimento, mas não conseguimos ter o acesso nem com os helicópteros para levar técnicos", pontuou o governador. "Esse rompimento vai ter um efeito de resposta hidrológico, ou seja, de elevação do nível do Rio Taquari e da bacia do Rio das Antas. Então, é importante trazer essa notícia para vocês. Mais uma vez, eu insisto, é uma situação dramática que nós recebemos. Pior do que qualquer quadro que nós pudéssemos ver anteriormente. E que precisa que todos se coloque..

Governo do RS pede que moradores de Gramado e Canela deixem suas casas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e a Defesa Civil do estado emitiram um novo alerta pedindo para que moradores das cidades serranas, como Gramado e Canela, que estejam próximos ao rio Caí deixem suas casas e busquem abrigos públicos ou locais alternativos por risco de enchente. Segundo o aviso, as pessoas que não tiverem locais alternativos devem buscar informações junto à Defesa Civil sobre os abrigos públicos disponibilizados pelas prefeituras, rotas de fuga e pontos de segurança. Além das cidades turísticas, foram incluídas no alerta os municípios de São Francisco de Paula, Nova Petrópolis, Vale Real e Feliz. Na quarta-feira, as autoridades locais já havia solicitados que moradores de outras cidades do estado deixassem suas casas por risco das chuvas. A orientação de evacuação abrangia as cidades de Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado. O temporal da região já matou 13 pessoas, deixou 12 feridos..

Sobe para 13 número de mortos nos temporais do Rio Grande do Sul

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Rio Grande do Sul registrou 13 mortes e 12 feridos em decorrência às fortes chuvas que atingem o estado. A informação é da Defesa Civil. O total de desaparecidos segue em 21 pessoas. Ao todo, 134 municípios foram afetados. A região tem ao menos 5.257 pessoas desalojadas e 3.079 em abrigos. A estimativa é que 44.640 moradores tenham sido afetados pelas fortes chuvas. O governo pediu para os moradores do Vale do Taquari deixarem as áreas de risco na noite desta quarta-feira (1º) e procurarem abrigos públicos ou outros locais seguros para permanecerem durante a elevação do rio, prevista para a madrugada. De acordo com a Defesa Civil Nacional, a previsão de enxurradas, alagamentos e inundações é muito alta nas regiões metropolitanas do estado do Rio Grande do Sul. A orientação de evacuação abrange as seguintes cidades: Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado. A prefeita de Santa Tereza, Gisele Caumo (PP), afirmou que a previsã..

Incêndio atinge depósito de material reciclado na zona leste de São Paulo

Um incêndio de grandes proporções atingiu um depósito para materiais reciclados no Jardim José Bonifácio, próximo ao Complexo Viário Jacu Pêssego, na zona leste de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 2. Não há informações de vítimas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 5h. Equipes se deslocaram para a Rua Hirovo Kaminobo, local da ocorrência. Ao menos 41 bombeiros e 12 viaturas foram mobilizados para a ocorrência. A fumaça se espalhou pelo céu da região. As causas do incêndio ainda serão investigadas. Leia Também: Adolescente de 14 anos morre após ser picado por cobra venenosa em SC

Professor foi deixado de lado, diz especialista sobre uso do ChatGPT em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A decisão do governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) de usar inteligência artificial para produzir aulas digitais no lugar de professores foi criticada por especialistas em educação e denunciada por políticos de oposição para o Ministério Público. Eles afirmam que o uso da ferramenta ChatGPT para produzir material didático afronta a autonomia pedagógica dos professores e coloca em risco a qualidade do ensino paulista, já que não há regulamentação ou comprovação da eficácia da utilização de inteligência artificial para esse fim. A Folha de S.Paulo mostrou que a Secretaria de Educação, comandada por Renato Feder, decidiu que as aulas não serão mais feitas por professores curriculistas, especialistas na elaboração desse tipo de conteúdo. Esses docentes terão agora a função de avaliar as aulas geradas por inteligência artificial e realizar os ajustes necessários. "Não é uma questão de preconceito com as ferramentas de inteligência artificial, mas de enten..

Agendamento de emissão de passaporte pela internet está indisponível

Desde a tarde da quarta-feira, 17, o serviço de agendamento de emissão de passaporte pela internet está temporariamente indisponível, de acordo com divulgação feita pela Polícia Federal. A causa da instabilidade não foi revelada, mas o órgão federal afirma que está trabalhando para o mais rápido restabelecimento do serviço. Ainda segundo a PF, os agendamentos realizados previamente serão atendidos normalmente na data e horário marcados. Para os viajantes que não têm viagem programada para os próximos 30 dias, a recomendação é aguardar a normalização do serviço. "Àqueles que comprovadamente tenham necessidade da emissão do documento de viagem nos próximos dias devem enviar a documentação comprobatória da urgência a uma unidade emissora de passaporte", disse em nota a PF.