Conheça a história de uma família hondurenha que, com o apoio do Acnur, encontrou segurança e uma nova vida no norte do México depois de fugir da violência de gangues em sua cidade natal.

A Agência da ONU para Refugiados está adotando uma abordagem revolucionária de vários anos para planejar seus programas para apoiá-los e ajudá-los. De acordo com a lei mexicana, os refugiados reconhecidos estão isentos de fazer um exame de naturalização e podem se inscrever dois anos após receberem a residência permanente.

O México é uma das 24 operações do Acnur, em todo o mundo, que estão adotando um planejamento semelhante de médio a longo prazo para melhor atender os refugiados, solicitantes de refúgio com foco em soluções, como a integração. Outras cinquenta operações estão se juntando para o planejamento de 2023 e além. Até 2024, toda a organização fará a transição para esse planejamento de longo alcance.

Leave a Reply

Your email address will not be published.