Logo

Gravadora criada por estudantes da rede estadual de Mucuri lança primeiro EP

A gravadora Mamão Papaia, criada pelos estudantes do Colégio Estadual Integração Distrito de Itabatan, localizado em Mucuri, está lançando seu primeiro Extended Play (EP) e oferece a oportunidade para os alunos de outras unidades escolares registrarem seus talentos no projeto. O EP, que contará com seis faixas musicais, será lançado no dia 29 de agosto, durante a Etapa Territorial do Festival Anual da Canção Estudantil (FACE) 2024. Para participar, os interessados devem entrar em contato com os responsáveis, até o dia 30 de julho, pelo Instagram @mamao_papaia_ofc (https://www.instagram.com/mamao_papaia_ofc).

O projeto da gravadora, idealizado pelos estudantes Kawã de Almeida Gonçalves, 18 anos, e Jancarlos Silva Guimarães, 16 anos, com o apoio da ex-aluna Ana Júlia Oliveira Souza, sob a coordenação do professor de História, Rodrigo Amorim, teve início em 2023, durante o FACE. Mesmo com o encerramento dessa edição do festival, os estudantes e o orientador decidiram continuar gravando músicas. Com o tempo, eles começaram a postar suas músicas no YouTube e Instagram, ganhando visibilidade.

Foto: Ascom/SEC

A grande virada veio quando o produtor e ex-estudante do colégio, Diego Silva Cardoso, conhecido como Medina, gostou tanto do trabalho do grupo que decidiu produzir as músicas. “Medina viu o potencial da nossa equipe, disse que achava muito massa e acabou se juntando a nós. Hoje, ele faz parte da Mamão Papaia e produz algumas músicas junto à nossa gravadora”, compartilhou Rodrigo.

Recentemente, a equipe da gravadora visitou o Centro Territorial de Educação Profissional de Medeiros Neto, localizado em Medeiros Neto, onde gravaram uma das músicas que irá compor o EP, com duas estudantes. Segundo Rodrigo, a ideia é tornar o projeto acessível a todos, buscando apoio para visitar mais escolas na região. “Queremos que nosso EP tenha a identidade de vários estudantes, já que surgimos de um projeto escolar. Estamos abertos a todos os estilos musicais e queremos que mais alunos tenham a oportunidade de gravar conosco, mesmo que não sigam exatamente o nosso estilo musical, que é rap, trap e R&B”, disse o professor.

Foto: Ascom/SEC

Atualmente, o grupo alterna as gravações entre a escola, o estúdio do produtor Medina e o estúdio do professor Rodrigo. O interessado que não puder comparecer nesses locais poderá participar gravando as músicas à distância, com a orientação da equipe da gravadora. O estudante Kawã de Almeida Gonçalves expressou sua alegria em se integrar ao projeto. “Eu amo fazer parte disso, é um sonho realizado. Sempre gostei de compor e guardei isso para mim, mas estar com pessoas que também compartilham desse sentimento é gratificante. Assim como me ajudou a demonstrar essa paixão pela música, tenho certeza de que a Mamão Papaia também será uma oportunidade para outros estudantes com o mesmo sonho”.

Fonte: Ascom/SEC


Fonte: Clique aqui