Um evento de Alto Nível com parceiros e especialistas da ONU concretiza um ano de estratégias sobre como a Guiné-Bissau pode encarar a Economia Azul. A iniciativa é do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, em parceria com o Governo guineense. Citando a estratégia marítima integrada da União Africana, o Representante do Pnud disse que a Economia Azul é uma nova fronteira de renascimento continental com potencial para criar riqueza, promover o comercio, gerar crescimento econômico e transformar vidas. Tjark Egenhoff destacou que o oceano não é apenas fonte de emprego e sustento das comunidades costeiras, mas também elemento inerente à cultura, herança e parte de um sonho de desenvolvimento.

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.