Dezenas de líderes mundiais se reuniram esta sexta-feira na Cúpula dos Sistemas Alimentares realizada em formato híbrido de Nova Iorque. A situação desafia nações de língua portuguesa como Angola e Moçambique. Ambos estão entre os 23 pontos de fome identificados pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, e o Programa Mundial de Alimentos, PMA. A representante da ONU em Moçambique, Myrta Kaulard, ressalta que o país também não é exceção na busca de soluções.

Leave a Reply

Your email address will not be published.