A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, quer aumentar suas atividades para socorrer as vítimas de atos de violência na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique. Milhares de pessoas tiveram que fugir das suas casas devido à recente escalada que elevou o total de deslocados para mais de 100 mil.

O brasileiro Eduardo Burmeister é especialista de Proteção do Acnur e avalia as necessidades locais. Falando à ONU News de Pemba, capital da província de Cabo Delgado, ele conta que a agência pede um “apoio urgente e forte” aos doadores para aumentar a resposta à situação.

Leia mais em https://bit.ly/2w6pt4G

Leave a Reply

Your email address will not be published.