Saviano Abreu esteve na comunidade de Zhelanne para acompanhar distribuição de ajuda humanitária; a ucraniana que trabalha há mais de 50 anos no local decidiu ficar apesar da ofensiva russa.
A comunidade tinha 23 mil pessoas antes da invasão e agora apenas 3 mil ucranianos vivem no local.
Acompanhe o vídeo-diário de Saviano Abreu, porta-voz do Escritório de Assistência Humanitária das Nações Unidas, Ocha, para a ONU News.

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: