Duas agências das Nações Unidas deverão implementar um projeto de ação climática em Moçambique financiado pela União Europeia. Até 2022, a Ação Pró-Resiliência, PRO-ACT, envolverá o Programa Mundial de Alimentação, PMA, e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO. O projeto recebeu um financiamento de US$ 3 milhões da União Europeia para executar suas ações em duas províncias em três anos.Daniela Cuellar, do Programa Mundial de Alimentação, explicou à ONU News, de Maputo, que a base de dados sobre segurança alimentar e meios de subsistência faz prever uma tendência de clima mais quente e seco.

Leave a Reply

Your email address will not be published.