Vice-chefe da ONU diz que “não há desculpa” para violência de gênero

Em apelo pessoal, Amina Mohammed conta que foi inspirada pelos filhos a falar sobre o tema e pede que todos se juntem a esta luta, especialmente homens e meninos. Em abril, Nações Unidas alertaram para aumento deste tipo de violência durante pandemia.